Advogados fazem protesto em Itabuna por causa de processos parados na Justiça

Um grupo formado por cerca de 30 advogados fez uma manifestação em Itabuna, cidade do sul da Bahia, na manhã desta quinta-feira (10), para pedir o retorno dos atendimentos presenciais na Justiça. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) prevê retomada de atividades para final deste mês.

Segundo os manifestantes, processos que durariam quatro meses, já estão há 10 meses sem, ao menos, terem a primeira audiência marcada. Algumas atividades do TJ-BA estão suspensas desde março por causa da Covid-19.

“Tem demandas que nós precisamos estar presencialmente. Tem processos que precisam, de fato, ser continuados. Tudo isso, com a Justiça fechada, tem inviabilizado o nosso trabalho”, disse o advogado Mateus Santiago.

A dona de casa Jucélia Lima, que entrou com processo de pensão alimentícia no ano passado, mas que ainda não teve nenhuma resposta da Justiça, participou da ação.

“A minha sorte é que tenho pessoas que me ajudam. Tenho mãe e moro perto dela. Fome a gente não passa. Mas fica a desejar muita coisa. A Justiça não está nem aí para isso”, contou. Jucélia Lima, dona de casa.

O advogado Mateus comentou ainda que os prazos de andamento do processo mudam com muita frequência.

“Quando se aproxima das datas, nós ficamos ansiosos. Buscamos os diários e vemos que os prazos são constantemente prorrogados. Não temos uma solução efetiva, nem mesmo uma apresentação de um plano de retorno”, disse.

Por meio de nota, o Tribunal de Justiça da Bahia informou que as audiências presenciais continuam suspensas até o dia 30 de setembro.

O TJ-BA pontuou, ainda, que as atividades serão retomadas de forma gradual e, que um decreto, publicado no dia 27 de julho, estabelece os protocolos de segurança que serão adotados quando as atividades presenciais forem retomadas.

Fonte: G1




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *