Escolas particulares de Feira de Santana fazem levantamento para avaliar retorno das aulas

As Escolas particulares de Feira de Santana elaboraram um questionário para saber dos pais se as aulas presenciais devem voltar ou não na rede particular de ensino.

As aulas presenciais estão suspensas desde março, início da pandemia do novo coronavírus na Bahia, porém algumas escolas de ensino infantil e creches estão querendo saber dos pais e responsáveis o que eles acham da retomada.

Em uma reportagem do Jornal da Manhã, da TV Globo, mostra que algumas instituições já adotam algumas medidas de segurança a saúde como placas informativas sobre aglomeração, disposição de álcool em gel, pias e lavatórios foram instalados para o início do novo normal.

“As escolas de educação infantil, em específico, houve a necessidade de apresentarmos às famílias alguns protocolos desse novo normal. Algumas adequações, apresentamos o que seria de reajuste dos ambientes para que todos se sentissem seguros”, explicou Mariana Carvalho, dona de creche.

Ainda não há previsão do retorno da aulas ou abertura das escolas. Em um novo decreto, o governador Rui Costa determinou a prorrogação da suspensão das aulas nas escolas públicas e privadas em todo o estado até o dia 13 de setembro.

Segundo a reportagem, cerca de 63% dos pais querem a retomada das aulas, no entanto, ainda acham cedo demais para o retorno das aulas presenciais e uma das principais justificativas é a falta de uma vacina que combata o vírus e acurva elevada da doença no município.

No último boletim epidemiológico divulgado pela secretaria de saúde, Feira de Santana contabiliza ainda 39 pacientes internados no município e 1.125 casos ativos, ou seja, pessoas que ainda estão com a doença. Desde o início da pandemia a cidade registrou 9.054 casos confirmados e 185 óbitos por covid-19.