Poetisa Cruzalmense é selecionada para cursar letras na UFRJ e faz vaquinha online para custear estudos; veja como ajudar

A estudante e poetisa Deise Oliveira foi selecionada para cursar Letras na Universidade Federal do Rio de Janeiro, entretanto, ela não tem condições financeiras, nem bolsa de estudos e por isso, resolveu pedir ajuda por meio da internet.

“Gostaria de pedir apoio, sendo artista da terra, pois fui aprovada em Letras na UFRJ, e estou me mobilizando para conseguir estabilidade nos primeiros meses até de fato conseguir um auxílio, bolsa ou até mesmo um trabalho por lá”, disse ao Blog do Valente.

Deise, que hoje reside em Santo Antônio de Jesus, já lançou dois livros de poesia, produzidos e lançados forma independente e quer retomar os estudos e precisa dar mais um passo no mundo acadêmico.

  • EU SOU MELANCOLIA, SENSUALIDADE E TIMIDEZ

Este livro reúne a calma, o desespero, a entrega, o recuo, o grito, o silêncio, a dor, a delícia, a alma e a carne; costurados pela poesia. Os textos foram organizados de maneira a criar uma narrativa intensa sobre cada temática, criando também, um ciclo de regozijo, paixão, dor e renovo. Custa R$28,61 e pode ser adquirido no link: loja.uiclap.com/titulo/ua2083.

  • VÍSCERAS, HEMORRAGIAS E REFLUXOS

Este livro é um grito, uma vingança, uma ferida, um vômito. É o de dentro para fora, as vísceras, o interno. Ele fala sobre o sangramento metafórico e real, por nossas mãos, por nossas mãos induzidas por outras, ou por outras diretamente. Também há nele o ácido que corrói e aflige, a decorrência da ansiedade. Este livro também é um abraço, um processo de cura. Sou porque nós somos. Custa R$22,14 e pode ser adquirido no link: loja.uiclap.com/titulo/ua2124

Quem quiser colaborar com a nossa amiga a custear seus estudos por meio da vaquinha virtual, acesse aqui.

Deise, artisticamente conhecida como @sinal_amarelo, é formada em Nutrição pela UFRB e viu uma grande oportunidade quando conseguiu uma vaga na Universidade Fluminense.

“Se trata de um sonho e uma oportunidade de ao menos dá o ponta pé nessa caminhada até a realização”, completa.