Empresário de SAJ que informou à família de Jotinha sobre morte do humorista

Foto: Reprodução / Instagram

 

O empresário de Santo Antônio de Jesus, conhecido Felipe da Mapron, amigo pessoal de Jotinha, foi a pessoa que comunicou a morte do humorista para a família, que  tinha ido em casa, na cidade de Elísio Medrado, para descansar um pouco após conversa com os médicos. Quando recebeu a notícia, o empresário ligou, de imediato, para o sobrinho e relatou o ocorrido. “Ele[Jotinha] tinha as limitações pelo nanismo dele. Era uma pessoa muito querida. Eu tinha um carinho enorme por Jotinha”, lamentou Felipe, em entrevista ao repórter Itajay Júnior da rádio Andaiá FM.

Felipe contou que Jotinha começou o trabalho de locução com ele antes de se tornar conhecido no Brasil. “Ele era muito divertido. Quando batia a saudade, ele ia lá na loja. Agora vai ficar a saudade”, disse.

De acordo com o empresário, após confirmação do diagnóstico da Covid-19, os médicos explicaram que a situação do locutor era muito grave e que ele poderia falecer a qualquer momento.

O velório do humorista não poderá ser aberto ao público por conta da situação pandêmica.

Ainda segundo informações do empresário, vários artistas se mobilizaram em apoio ao Jotinha, principalmente o Tirulipa. “Ele fez uma mobilização muito grande. Só Deus para pagar o que ele conseguiu arrecadar para pagar o recurso do hospital”, explicou.

Michele Bolsonaro, Márcio Vitor do Psirico, Tayrone, Neymar, deputados estaduais e federais e a diretoria do Bahia foram algumas figuras públicas que entraram em contato com a família para ter informações sobre o humorista.

Jotinha testou positivo para o novo coronavírus nesta quinta-feira (5). O estado de saúde era considerado “gravíssimo” e isso impediu a transferência do “Rei do WhatsApp”, em UTI aérea, do Hospital INCAR em Santo Antônio de Jesus para uma unidade hospitalar de Salvador.

O locutor deu entrada no INCAR na última segunda-feira (2), com um quadro de falta de ar. O estado de saúde do locutor piorou nesta quarta (4), quando ele foi intubado, em coma induzido. Ainda foi realizado um teste RT-PCR, para confirmar o diagnóstico de contaminação pelo novo coronavírus, que teve resultado positivo nesta quinta.

Em março de 2019, o locutor sofreu um infarto e ficou internado em um hospital de Elísio Medrado, município que fica há 230 km da capital baiana. Na época, o próprio Jotinha enviou seus clássicos áudios em grupos de amigos, informando que realizou exames e tranquilizando os fãs sobre seu estado de saúde.