Siamesas que nasceram em maternidade de Salvador passam por cirurgia de separação

As gêmeas siamesas que nasceram na Maternidade de Referência José Maria de Magalhães Netto, em Salvador, passaram pela cirurgia de separação na noite de quinta-feira (5). O procedimento foi finalizado por volta das 3h03 desta sexta-feira (6).

Elas foram separadas e seguem em observação. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), apesar da cirurgia ter ocorrido bem, são bebês que têm uma condição de saúde grave.

Inicialmente, a previsão era de que o procedimento fosse feito dentro de um mês, mas precisou ser antecipada após piora no estado de saúde de uma das irmãs.

O procedimento foi feito por Célia Britto, cirurgiã da maternidade, e também pelo cirurgião pediátrico de Goiás Zacharias Calil. O médico informou na quinta-feira (6) que ficou ciente da piora no estado de saúde de uma das meninas, que nasceu com cardiopatia.

As bebês nasceram no dia 29 de outubro. Na ocasião, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) explicou que, na avaliação preliminar, as gêmeas siamesas estavam interligadas pelo fígado.

*G1