Barragem em Jacobina retoma operação após deslizamento de material

Após deslizamento de um material de estoque nesta quarta-feira, 2, a barragem de rejeitos da empresa de mineração Yamana Gold, em Jacobina, recebeu a visita do promotor do Ministério Público, Pablo Almeida, e teve funcionamento liberado nesta quinta-feira, 3.

De acordo Pablo, em entrevista para a rádio Jacobina FM, o ocorrido na região não se classifica como um acidente de barragem, mas um incidente.

“A gente entende que o fato ocorrido ontem não pode ser qualificado como acidente de barragem, mas um incidente. Um incidente é qualquer ocorrência que afete a estrutura da barragem que, se não for controlada, eventualmente pode causar um acidente”, comenta.

Ainda segundo o promotor, foi verificado que a estrutura da barragem mantém a integridade para funcionamento normal.

Entenda o caso

Um material localizado na área de estoque da barragem de rejeitos da empresa de mineração Yamana Gold sofreu um deslocamento na tarde desta quarta-feira, 2, na cidade de Jacobina (distante a 330 km de Salvador), no centro-norte da Bahia. O material escorregou da pilha de estoque e atingiu um caminhão que estava estacionado próximo ao local, mas sem nenhum dano mais grave.

De acordo com a Jacobina Mineração e Comércio (JMC), o deslizamento teria ocorrido por volta das 14h. O local atingido serve como área de apoio para o armazenamento do material sólido, utilizado em obras de alteamento.

Apesar do ocorrido, a JMC informou em nota que os demais equipamentos continuaram em operação. “Importante reforçar que essa pilha de estoque não tem nenhuma influência na estrutura de segurança da barragem de rejeitos. A barragem da JMC continua segura e operando normalmente”, escreveu a empresa.

Fonte: A Tarde