Equipamentos e EPIs levarão conforto e segurança a catadores de materiais recicláveis

Itens foram doados pela Setre, através do Pró-Catador, que também ofereceu capacitação a agentes ambientais

Cooperativas de catadores de resíduos recicláveis das regiões Norte e Sul do Estado foram contempladas na tarde desta quinta, 10, com equipamentos e EPIs doados pela Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre). Grupos de Eunápolis, Ilhéus, Porto Seguro, Juazeiro, Irecê e Senhor do Bonfim receberam carrinhos automáticos, prensas e balanças. A cooperativa de Jacobina foi beneficiada com uma esteira elétrica.

Todos receberam EPIs contemplando 1000 catadores das duas regiões que agregam ainda municípios como Itabuna, Teixeira de Freitas, Barreiras, Sobradinho, Jaguarari, Itacaré e Itamaraju. Entre os itens dos EPIs estão calça, camisa, bota, luva, bonés e máscaras que, somados aos demais equipamentos doados levarão conforto e segurança aos catadores, como avalia o presidente da Associação de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável e Solidário do Estado da Bahia (Adesba), Romário Meira.

“Os equipamentos doados, bem como os EPIs, trarão conforto e segurança para esses profissionais realizarem a coleta de materiais recicláveis. Esses agentes ambientais fazem um trabalho muito importante e com as capacitações e, agora, com a entrega desses itens estão sendo mais valorizados.”, conclui Meira que através da Adesba gere o Centro Público de Economia Solidária (Cesol) Sertão do São Francisco.

Para o coordenador no Cesol Litoral Sul, Thiago Fernandes, é um momento ímpar na vida dos catadores. “São profissionais que desempenham um papel fundamental em nossa sociedade e que merecem um olhar cuidadoso da política pública. Com o auxílio dos equipamentos doados, bem como do conhecimento adquirido nas formações, os catadores terão uma visibilidade maior que contribui também para sua autoestima e qualidade de vida.”, destaca.

Relação entre consumo e meio ambiente

Cerca de 50 catadores participaram ainda da oficina “Gestão administrativa e operacional de cooperativas de catadores de materiais recicláveis”, no auditório do Golden Park Hotel, em Salvador, ministrada pelo especialista em gestão de cooperativas, Otávio Leme, que comemora a reativação do projeto Pró-Catador.

“Estou muito feliz com a reativação do Pró-Catador e por ver o resultado brilhante com a instrumentalização e entrega de equipamentos a cooperativas, bem como as formações direcionadas para esses grupos. Precisamos de mais cooperativas e associações, além de estruturar as que existem para que possamos devolver para a cadeia produtiva o que está sendo gerado.”, finaliza.

Nesta sexta, 11, uma visita técnica à Cooperativa dos Recicladores da Unidade de Canabrava (Cooperbrava) concluirá o ciclo de formações com a aplicação prática do conhecimento teórico adquirido pelos catadores.

O Pró-Catador

O Pró-Catador atua em municípios do Norte e Sul da Bahia com capacitações para catadores de materiais recicláveis e apoio teórico técnico. O projeto tem a chancela da Setre e do Governo Federal, com gestão da Adesba (Rede Norte) e Associação Beneficente Josué de Castro (Rede Sul) e apoio dos Cesols com equipe multiprofissional integrada por biólogos, assistente social, pedagogos, psicóloga, professor de educação física, contador, advogado, comunicólogos e técnicos especializados em rotina de cooperativa de resíduos sólidos.

Ascom Pró-Catador