Presidente Tancredo Neves: Unidade de beneficiamento de mandioca é requalificada

A unidade de beneficiamento de mandioca, banana e milho de Presidente Tancredo Neves, no Baixo Sul, foi entregue nesta quinta-feira (07), após um processo de requalificação. O investimento foi feito por meio do Bahia Produtiva e o projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), que, de acordo com o governo, destinou R$3,6 milhões para a requalificação.

A unidade  gerida pela Cooperativa de Produtores Rurais de Presidente Tancredo Neves (Coopatan), atua melhorando a realidade financeira, social e econômica da região, ao mesmo tempo que produz  goma de mandioca, chips de banana, flocos de milho, farinha de mandioca, geleia de mel de cacau, mel, curau de milho verde e palmito.

De acordo com a SDR, atualmente, a cooperativa fornece os produtos para supermercados da capital e do interior, como o Walmart, Gbarbosa, Atakarejo, Rede Fort, Cereais do Nico, Atacadão Centro Sul. Outras redes estão em fase de cadastro.

Para o secretário de Desenvolvimento Rural, Josias Gomes, o município de Tancredo Neves é um dos mais importantes da região em se tratando de diversificação da agricultura familiar: “A Coopatan é hoje um dos modelos que deram certo de cooperativismo em uma cultura que a rigor não tinha uma rentabilidade tão alta quantos outros cultivos agrícolas, por se tratar de mandioca. E eles fizeram com que essa atividade não só fosse um importante meio econômico para os cooperados, como também pudesse aumentar de forma extraordinária a produtividade. A média hoje passa das 30 toneladas por hectare e se consolidou como uma atividade importante economicamente”, explicou.

Já o  presidente da Coopatan, Juscelino Macedo, defende que por meio do Bahia Produtiva, foi possível colocar a unidade de produção de tapioca para funcionar. “Esses investimentos fizeram com que a cooperativa acessasse e chegasse aos grandes mercados da capital, aumentou nosso giro, foi uma grande conquista e ela vai atender mais pessoas, gerar mais renda pra seus cooperados e para comunidade. Foi graças a esse recurso, que mesmo em meio à pandemia, nosso faturamento aumentou 50% em 2020 e deve ser ainda melhor neste ano”, disse.