“Os professores que não comparecerem ficam ao alcance de medidas administrativas”, diz secretário da Educação de Salvador

Foto: Divulgação

As aulas presenciais retornaram nesta segunda-feira (3) em Salvador. No entanto, os professores tem resistido à determinação de retorno e pedem vacinação das duas doses para a categoria. O secretário de Educação municipal, Marcelo Oliveira, afirmou que os profissionais que não compareceram às escolas podem sofrer punições.

“O professor tem direitos e deveres. Houve uma convocação por decreto municipal para que eles voltassem e foi amplamente divulgado. Quando ele não vai, claro que fica ao alcance de medidas administrativas”, disse durante o programa Jornal da Bahia no Ar, da Rádio Metropole. “Isso é um ponto para ficarmos atentos, mas não é o caso de tratarmos isso agora”, completou.

Marcelo Oliveira explicou ainda que a prefeitura montou uma equipe de estudiosos de vários segmentos para acompanhar a influencia do retorno presencial nas escolas municipais na curva de contagio da Covid-19 em Salvador.

 

*M1