Moradores de Itaparica relatam ondas de assaltos; ‘ninguém faz nada por nós’

Moradores de Itaparica relatam ondas de assaltos; ‘ninguém faz nada por nós’
Foto: reprodução

Os moradores das localidades da Ilha de Itaparica têm relatado que sofrem com constantes assaltos.

As queixam começaram a surgir após um músico ser assassinado, em Itaparica. A vítima é Nelsival de Jesus Santos, conhecido como Sinval, de 38 anos, morto durante uma tentativa de assalto, na noite de domingo (5) – leia aqui.

Uma moradora afirmou ao site Bahia no Ar que “Itaparica clama por socorro, assaltos frequentes. Ninguém faz nada por nós”.

A sensação de insegurança também coloca em risco o sustento de quem sobrevive do turismo. Rosa de Andrade, tem 39 anos, e desabafa. “Meu ponto de salgados já foi alvo, muitos amigos também. Quando se aproxima de feriado é muito bagunçado, risco na pandemia e assaltos”.

Dona Rosa aproveitou para denunciar e cobrar a interrupção das constantes festas clandestinas e aglomeração, eventos típicos de feriadão, na maioria das vezes, sem nenhum cumprimento de protocolo sanitário.

 

Texto: Bahia no Ar