Destruições por chuvas na Bahia têm impacto de R$ 1,5 bilhão; Sefaz lamenta apatia do governo federal

Destruições por chuvas na Bahia têm impacto de R$ 1,5 bilhão; Sefaz lamenta apatia do governo federal

O secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório, informou que o custo previsto para as obras de reconstrução das áreas afetadas pelas fortes chuvas na Bahia é 50% maior do que a estimativa inicial, chegando a R$ 1,5 bilhão. De acordo com ele, os municípios precisam de mais recursos e amparo do governo federal.

Apesar da falta de ajuda da União, a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz), do governo da Bahia, garantiu que fará o possível para alcançar a totalidade das obras urgentes, inclusive em rodovias federais. “O que for necessário e estiver ao alcance do Estado será feito”, disse Vitório. O secretário afirmou que as obras de infraestrutura já estão encaminhadas.

Em nota, a Sefaz comparou a atitude do governo federal diante da situação do estado com a postura usual da União diante de qualquer tragédia, como é o descaso também frente à pandemia da Covid-19. Para driblar o problema, o governo da Bahia diz que tem mantido o equilíbrio nas contas durante este período. “A retomada talvez não venha este ano, mas poderá se concretizar em 2023, quando, temos certeza, novos ares passarão a soprar a partir de Brasília”, finalizou o secretário Manoel Vitório.