Mulher compra álcool combustível para cozinhar após aumento no preço do gás em Salvador

Mulher compra álcool combustível para cozinhar após aumento no preço do gás em Salvador
Foto: reprodução

A dona de casa Andréa Palmeira tem comprado álcool combustível para cozinhar após o aumento no preço do gás, em Salvador. Sem condições de comprar o botijão e com o programa Bolsa Família como a única renda de casa, ela precisou se arriscar para fazer comida para os filhos.

Faz mais de um mês que o botijão da casa de Andréa está vazio. A dona de casa tirou até o registro. O fogão tem servido apenas como base para improvisar um fogareiro.

“Pego o álcool combustível que eu compro no posto de gasolina e coloco no recipiente. Eu compro R$2, R$ 3, as vezes quando estou com dinheiro compro R$4, R$5, que dar para cozinhar quatro, cinco dias”, disse Andréa Palmeira.

Sem comida, os filhos dormem até ir para escola, a tarde. Andréa vive com os cinco filhos. O marido usava droga e foi saiu de casa quando os meninos eram pequenos.

“Só tenho um pouco de cuscuz que vou dar para o menorzinho”, desabafou.

O uso de álcool combustível para cozinhar é perigoso e pode causar explosões e queimaduras.

O preço do gás de cozinha já aumentou três vezes esse ano na Bahia e tem revendedora cobrando mais caro desde a última semana. Com o livre mercado, tem sido comum encontrar preços diferentes até no mesmo bairro, em Salvador.

Uma revendedora no bairro de São Caetano mudou a placa com preço na semana passada. Antes custava R$ 100 e agora o preço subiu para R$ 104,99, comprando na loja.

Na frente do estabelecimento, uma outra revendedora cobra R$ 94,99 pelo botijão de gás de 13 quilos.

Em Salvador, os preços do gás de cozinha tem variado, em média, entre R$ 100 e R$ 135.

Fonte: G1