Colbert reconhece inflação de 10,74% e quer conceder apenas 5% ao servidor

Colbert reconhece inflação de 10,74% e quer conceder apenas 5% ao servidor
Foto: reprodução

Servidores da Prefeitura de Feira de Santana querem entender a matemática aplicada do prefeito Colbert Martins MDB, ao conceder um simbólico reajuste abaixo da inflação no valor de 5%.

Observe que:  no dia 30 de Dezembro de 2021, o prefeito reajustou as taxas do município no valor de 10,74% alegando que não se tratava de aumento e sim de reposição da inflação.

Veja parte do Decreto (veja)

Atualiza, sem aumento real, os valores para 2022, das tabelas da Receita que específica e dá outras providências.

O PREFEITO MUNICIPAL DE FEIRA DE SANTANA, Estado da Bahia, no uso das suas atribuições que lhe confere o Inciso IX, do Artigo 86, da Lei Orgânica do Município, e o Código Tributário Municipal, Lei Complementar Nº 003, de 22 de dezembro de 2000. Art. 1º – Ficam, a partir de 1º de janeiro de 2022, atualizados em 10,74% (dez inteiros e setenta e quatro centésimos por cento), correspondente ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), apurado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), acumulado no período compreendido entre dezembro de 2020 e novembro de 2021:

Mas, para reajustar os salários dos servidores, Colbert aplica os 5% bem abaixo da inflação conforme o índice do IPCA, como se estivesse dando aumento aos funcionários, porém, os 10,74%  reconhecido pelo alcaide como sendo os números da inflação sobre as taxas não é aumento.

Outra falha grave é que Colbert quer conceder o reajuste ao servidor via Decreto o que poderá ser revogado a seu bel-prazer. O aumento deverá como habitualmente ser em projeto de lei enviado a Câmara para aprovação dos veredaores e não por Decreto.

Fonte: Rota da Informação