Vereador de São Paulo propõe emplacar mochilas de motoristas de aplicativo; saiba o motivo

Vereador de São Paulo propõe emplacar mochilas de motoristas de aplicativo; saiba o motivo
Foto: Divulgação

O vereador Rubinho Nunes (União Brasil) propôs um projeto de lei na Câmara dos Vereadores de São Paulo para emplacar as mochilas usadas por motoristas de aplicativo. A iniciativa foi pensada para conter a onda de assaltos que ocorre na cidade com entregadores falsos.

Os bandidos têm se disfarçado de entregadores de aplicativo para abordar pedestres nas ruas de São Paulo. Mochilas falsificadas de diferentes empresas podem ser compradas na internet sem que haja fiscalização. O projeto de lei obriga os entregadores credenciados nas empresas de delivery a usarem uma réplica da placa das motos nas mochilas. Os capacetes também teriam de apresentar uma sinalização com os dados da placa, de acordo com o Metrópoles.

Em caso de descumprimento, o contratante dos serviços do motoboy poderá receber uma multa de R$ 500 a R$ 10 mil. Os entregadores estarão sujeitos a multas de R$ 100 a R$ 1.000 se não seguirem a determinação. Se o projeto for aprovado, as empresas de delivery terão de disponibilizar um canal “onde seja possível que qualquer pessoa possa confirmar, validar e fazer denúncias, com base nos dados estampados nas mochilas e capacetes dos entregadores”.

A cidade de São Paulo registrou neste ano um aumento de 28,5% de roubos e furtos na comparação com o primeiro trimestre do ano passado. O governador Rodrigo Garcia anunciou nesta quarta-feira (4) quais serão as medidas adotadas para identificar entregadores falsos. As iniciativas foram tomadas após a comoção provocada pelo assassinato de um jovem de 20 anos que foi baleado na cabeça por um motoqueiro com mochila falsificada.

*BNews