Voo é cancelado após tripulação ser assaltada enquanto saía de hotel para aeroporto, em Salvador

Voo é cancelado após tripulação ser assaltada enquanto saía de hotel para aeroporto, em Salvador
Foto: reprodução

Um voo que sairia de Salvador, às 4h20 desta sexta-feira (13), foi cancelado porque a tripulação da aeronave foi assaltada enquanto deixava um hotel no bairro do Stiep, com destino ao aeroporto da capital baiana. A previsão é de que os passageiros sejam remanejados para um novo embarque às 9h.

Os trabalhadores tinham pernoitado no local, para fazer a viagem na madrugada. A tripulação foi abordada enquanto esperava a van do transporte na frente do estabelecimento. Armados, dois suspeitos levaram os celulares de três tripulantes e de três funcionários do hotel.

Por causa do crime, as vítimas do assalto precisaram procurar uma delegacia para prestar queixa e depoimento. Por meio de nota, a Polícia Civil informou que já iniciou as diligências para identificar os homens e recuperar os aparelhos roubados.

Informações preliminares apontam também que, antes de abordar a tripulação, os criminosos arrombaram e roubaram aparelhos celulares de uma loja que fica ao lado do hotel. 

Cancelamento do voo

O voo cancelado foi o 2027, da Gol Linhas Aéreas Inteligentes. O embarque seria para o Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro. Com esse cancelamento, uma fila de passageiros se formou no aeroporto.

“Falaram que a tripulação estava hospedada em um hotel e acabou sendo assaltada. E aí iam remanejar para 6h30, só que não tinha o voo, já estava lotado. Aí ia ser com conexão, às 9h. Ainda não está confirmado. Estou viajando a trabalho e tenho compromisso agora pela manhã. Antes do meio dia eu tenho que estar lá. Caso chegue depois do meio dia, já perco o compromisso”, disse um dos passageiros, identificado como Vitor.

Um outro rapaz, que não teve nome divulgado, contou que viajaria para fazer uma prova de concurso, no domingo (15). Ele espera que a situação seja resolvida até lá.

“A gente não sabe se eles vão querer ressarcir esses prejuízos. Estamos aqui esperando, tem informações desencontradas. Uma funcionária diz uma coisa, depois outro funcionário diz outra. A gente fica sem saber o que está acontecendo e o que precisa ser feito”, reclamou.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Gol, que informou apenas que os “passageiros receberam todo o atendimento necessário e as facilidades pertinentes ao período de adiamento”. A companhia não detalhou que tipo de atendimento foi fornecido.

Alem disso, a Gol também lamentou o ocorrido com a equipe de tripulantes, e que ofereceu apoio aos trabalhadores. Disse também que está tomando ações de segurança para tentar minimizar os riscos de que novos assaltos.

Fonte: G1