Feira de Santana: motorista de aplicativo confundido com ex-empresário de ‘Luva de Pedreiro’ é alvo de ameaças

Alan relatou que teve dados de CPF, RG, PIS, NIS e outras informações divulgadas e teme que sofra prejuízos por isso.

Feira de Santana: motorista de aplicativo confundido com ex-empresário de ‘Luva de Pedreiro’ é alvo de ameaças
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

O caso do influencer digital da cidade de Quijingue na Bahia, Iran Ferreira, de 20 anos, ‘Luva de Pedreiro’, que tem milhões de seguidores e que na semana passada divulgou nas redes sociais o rompimento do contrato com o seu ex-empresário, denunciando que ele teria se apropriado de suas contas em redes sociais e também não teria lhe repassado valores referentes a contratos de publicidade, não para de ganhar repercussão nos meios de comunicação e redes sociais. A cada momento surge um novo capítulo da história. Inclusive, na terça-feira (28), foi anunciado que o ex-jogador de futsal Falcão será o seu novo empresário.

Conforme informações do Acorda Cidade, parceiro do Blog do Valente, o caso também veio repercutir em Feira de Santana através de umas fake news que está prejudicando o motorista de aplicativo Alan Santos de Jesus. Com o nome parecido com o do ex-empresário do influencer, que se chama Allan de Jesus, 31 anos, o feirense vem sofrendo ameaças e teve seus dados pessoais divulgados.

Alan Santos contou ao Acorda Cidade que veio saber das acusações com seu nome na noite do último sábado (25).

Feira de Santana: motorista de aplicativo confundido com ex-empresário de ‘Luva de Pedreiro’ é alvo de ameaças
Foto: Ney Silva/Acorda Cidade

“Começou o pessoal perguntando pelo WhatsApp, mandando eu devolver o dinheiro de ‘Luva de Pedreiro’, até o momento eu nem sabia quem era. Até as ameaças eu não sabia quem era, mas depois soube que ele é um digital influencer, natural de Quijingue e teve uma questão com ele e um ex-empresário dele aí, que eu acho que estão na justiça. E estão me confundindo com esse ex-empresário dele pelo fato do nome ser parecido. Eu nem sei o nome completo dele, o meu é Alan Santos de Jesus, e os meus dados estão sendo divulgados como se fossem dele.”

Alan relatou que teve dados de CPF, RG, PIS, NIS e outras informações divulgadas e teme que sofra prejuízos por isso. Ele registrou também um boletim de ocorrência na delegacia.

“Eu fiquei com receio, por ter meus dados divulgados de uma maneira tão fácil. Assim que soube, procurei a polícia e registrei uma queixa relatando toda a situação. Até a polícia me orientou a divulgar o máximo possível as informações para o povo ter conhecimento. As ameaças estão sendo feitas exclusivamente pelo WhatsApp, que até o momento era a rede que eu tinha. O pessoal falando: “devolve o dinheiro do cara”, usando também palavras de baixo calão, ameaças até de morte: “ah se você não devolver o dinheiro, vamos buscar onde você estiver”, essas questões”, lamentou.

O feirense comentou que espera que todas as fake news envolvendo o nome dele seja esclarecida.

“Eu só quero que esclareça que esses dados que estão sendo divulgados são os meus. E que isso está trazendo um prejuízo para mim e pode trazer ainda mais. De repente um falsário pegar os meus dados e usá-los a seu favor, acabar complicando a minha vida. Não faço a mínima ideia de quem é o ex-empresário, não o conheço, nem conheço pessoalmente ‘Luva de Pedreiro’. Até o momento essa história era desconhecida, eu fiquei sabendo depois da repercussão, que toda hora chegava ameaça e fui procurar pesquisar, o que era, o estava acontecendo, fui que eu descobrir a relação entre os nomes”, concluiu.

Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícias.