Parte dos rodoviários de empresas da Região Metropolitana de Salvador estão em greve

Greve dos rodoviários metropolitanos causa impactos na estação Aeroporto/ Foto: TV Bahia

Parte dos rodoviários que trabalham em empresas de transporte metropolitano na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e da Linha Verde greve, por tempo indeterminado. A greve foi anunciada nesta terça-feira (12), negocia pautas como reajuste de 11% no salário dos rodoviários, 20% no ticket alimentação e 100% na cesta básica e demais solicitações da categoria.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários da Região Metropolitana (Sindmetro), 1,8 mil rodoviários aderiram ao movimento e cerca de 300 ônibus estão parados nas garagens desde as 0 horas desta quarta (12).  

De acordo com o G1, os rodoviários das empresas Expresso Metropolitano e Brisa, que operam nas cidades de Simões FilhoDias D’Ávila e Mata de São João, não fazem parte do Sindicato dos Trabalhadores de Transportes Rodoviários da Região Metropolitana (Sindmetro) e, por isso, operam normalmente.

Os rodoviários em greve fazem parte das empresas Atlântico, Avanço, ATP, Costa Verde e Expresso Vitória. Lauro de Freitas, Candeias, Madre de Deus, São Francisco do Conde, São Sebastião do Passé, Camaçari e Mata de São João serão afetados pela greve.

A Secretaria de Mobilidade (Semob) informou que houve reforço nas linhas que atendem os passageiros nas estações onde os metropolitanos operam, disse o G1.

A Prefeitura de Lauro de Freitas afirmou também que preparou uma operação emergencial para atender as pessoas. Foram colocados 110 micro-ônibus da cooperativa Transalauf para trafegarem nos bairros da cidade.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia