Cadela que deu prejuízo de R$ 60 mi ao crime organizado é aposentada

Foto: Reprodução / TV Anhanguera

A cadela Fiona, da raça pastor holandês, se aposentou após seis anos de trabalho na Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo o g1, a ‘agente’ atuava em Goiás, onde deu prejuízo de R$ 60 milhões ao crime organizado por detectar drogas e armas de fogo.

A última missão na quinta-feira (6), derradeiro dia de trabalho, foi a inspeção de um ônibus que saía de Campo Grande (MS) rumo à capital Brasília. Nela, Fiona farejou maconha na mochilha de uma criança.

Fiona foi a pioneira do Grupo de Operações com cães da PRF do estado. Entre as conquistas estão as apreensões de mais de cinco toneladas de maconha, 500 kg de cocaína e 30 armas de fogo. Ela também liderou a prisão de 15 traficantes e, em Curitiba, apreendeu 2 kg de MDMA, substância também conhecida como ecstasy.

“Operamos em vários estados do Brasil desempenhando essa mesma atividade, a busca de entorpecentes, armas, munições e entre outros”, disse a policial Virgínia Cruvinel em entrevista ao g1.

Agora, Fiona foi adotada e aproveitará a aposentadora sub tutela do policial federal Tobias Mesquita da Silva, que afirma estar muito animado em dar todo amor e carinho para a cachorra.

“Vou montar uma escala lá em casa, né?! Com a esposa e os filhos, todo mundo vai ajudar a tratar. Todo mundo lá de casa ama cachorro. O que não vai faltar é amor para ela. Ela vai ser muito amada”, ressalta o agente.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia