Amargosa: Idosa morre após ser picada em casa por escorpião; saiba o que fazer em casos como este

 

Foto: Anderson Bella / Mídia Recôncavo

A senhora Maria Lopes dos Santos, conhecida por Lurdinha, moradora do bairro Catiara, em Amargosa, morreu na madrugada deste sábado (4), após ser picada por um escorpião. Segundo informações do Criativa Online, a idosa chegou a ser socorrida e levada para Hospital Municipal, mas não resistiu. Seu velório e esterro será neste sábado (4) em Amargosa.

Você sabe o que fazer em caso de picada de escorpião? Veja estas dicas

Em caso de picada de escorpião, os primeiros socorros são:

  1. Lavar o local da picada com água e sabão;
  2. Manter o local da picada voltado para cima;
  3. Não cortar, furar ou apertar o local da picada;
  4. Beber bastante água;
  5. Ir o mais rápido possível a um pronto-socorro ou ligar para o SAMU 192.

A picada de escorpião, na maioria das vezes, causa poucos sintomas, como vermelhidão, inchaço e dor no local da picada, entretanto, alguns casos podem ser mais graves, causando sintomas generalizados, como enjoo, vômitos, dor de cabeça, espasmos musculares e queda da pressão, havendo, até, risco de morte.

Os tipos de escorpião mais perigosos são o escorpião amarelo, marrom, amarelo do nordeste e escorpião preto da Amazônia, mas a gravidade do quadro depende, também, da quantidade de veneno que foi injetada e da imunidade de cada pessoa.

 

Principais sintomas da picada

Os sintomas da picada de escorpião são dor e inflamação no local da picada, com vermelhidão, inchaço e calor local que dura de algumas horas até 2 dias, mas, em casos podem acontecer sintomas mais graves, como:

  • Enjoo e vômitos;
  • Tontura;
  • Dor de cabeça;
  • Tremor e espasmos musculares;
  • Suor;
  • Palidez;
  • Sonolência ou agitação
  • Pressão baixa ou pressão alta;
  • Batimentos cardíacos acelerados ou fracos;
  • Falta de ar.

Em casos muito raros, a picada de escorpião pode causar até arritmias e parada cardíaca, que podem levar a morte, se a pessoa não for rapidamente atendida e tratada.

Como é feito o tratamento

Para aliviar a dor e a inflamação no local da picada, é recomendada a aplicação de compressas com água morna, e o uso de analgésicos ou anti-inflamatórios, como dipirona ou ibuprofeno, por exemplo, receitados pelo médico.

Em pacientes com sintomas mais graves, é necessário o uso do soro antiescorpiônico, que será prescrito pelo médico do pronto atendimento, para cortar o efeito do veneno no organismo. Nestes casos, também é feita a hidratação com soro fisiológico na veia e observação por algumas horas, até os sintomas terem desaparecido.

Como evitar a picada de escorpião

Para prevenir a picada de escorpião, é recomendado tomar alguns cuidados em casa, como:

  • Manter a casa limpa, retirando acúmulos de sujeira atrás de móveis, cortinas e tapetes;
  • Limpar o quintal ou jardim, para evitar acúmulo de entulhos e lixo nestes locais;
  • Evitar andar descalço ou colocar as mãos em buracos ou frestas;
  • Manter animais como galinha, coruja, gansos ou sapos no quintal, pois são predadores dos escorpiões;
  • Inspecionar roupas e calçados antes de usá-los.

A limpeza é importante, pois, locais sujos, com infestação de baratas e ratos, por exemplo, atraem mais facilmente animais peçonhentos como, escorpiões, aranhas e cobras. Saiba o que fazer, também, em situações de picada de aranha e picada de cobra.

 

Com informaçoes da Criativa Online e tuasaude.com