Projeto Mares inicia semana do Meio Ambiente com atividades educativas e ações de conservação em Vera Cruz

Foto: Jocinere Soares/ Tribuna do Recôncavo

Teve início na terça-feira (4), na Escola Municipal Aureliano de Azevedo Monteiro, em Aratuba, município de Vera Cruz, a programação da Semana do Meio Ambiente 2024 do Projeto Mares. A iniciativa é realizada pela ONG Socioambientalista PRÓ-MAR, com apoio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. As atividades seguirão até 8 de junho, quando a equipe de mergulhadores do projeto, junto com voluntários especializados, realizará uma ação de limpeza submarina na praia de Conceição, também em Vera Cruz. O objetivo é retirar resíduos que degradam o ecossistema marinho, como plásticos e outros objetos que ameaçam a vida de peixes, tartarugas, cetáceos, corais e outras espécies.

Quarta-feira (5): Às 10h, na sede da ONG PRÓ-MAR em Mar Grande, ocorre o lançamento do Calendário do Defeso, realizado pela Secretaria de Meio Ambiente do Governo do Estado da Bahia. No mesmo local, a equipe de Educação Ambiental do Projeto Mares recebe estudantes das escolas da Misericórdia e Ciranda da Letras para uma Trilha de Aprendizagem, que inclui show de danças, palestras, atividades lúdicas, limpeza de praia e ações de sensibilização do Centro de Interpretação Ambiental (CIA).

Quinta-feira (6): O biólogo e coordenador científico do Projeto Mares, Lucas Lolis, participará de uma roda de conversa sobre restauração de corais com estudantes do Ensino Médio e Técnico do Centro Profissionalizante do Oceano, em Aratuba.

Sexta-feira (7): No Complexo Cultural Aristóteles Gomes, em Mar Grande, o Projeto Mares, em parceria com a Embasa e o Projeto Mar à Vista, realizará uma Mostra Ambiental. O evento contará com exposição de maquetes interativas, rodas de conversa, distribuição de brindes, oficinas de compostagem e produção de sabão a partir da reutilização de azeite de dendê, exposição de desenhos com temática ambiental e entrega de cartilhas educativas. A ação é direcionada para estudantes de escolas públicas e privadas de Vera Cruz e Itaparica.

O coordenador de Educação Ambiental do Projeto Mares, professor Geraldo Fonseca, destacou a importância da Semana do Meio Ambiente como um marco para reforçar o trabalho desenvolvido pelo projeto nos últimos 15 meses. “Temos em nossa rotina uma série de ações que visam à formação e educação cidadã de crianças e jovens da nossa comunidade, para através delas levarmos para toda a sociedade a importância de agirmos em prol da sustentabilidade e da conservação dos recursos naturais,” afirmou Fonseca.

A programação especial celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado em 5 de junho, com o tema deste ano sendo a restauração da terra, a desertificação e a resiliência à seca, sob o slogan “Nossa terra. Nosso futuro. Nós somos a #GeraçãoRestauração”.

Desde janeiro de 2023, o Projeto Mares tem implementado ações de ciência cidadã e educação ambiental voltadas para a conservação do ambiente marinho nas comunidades da Ilha de Itaparica. As ações incluem a formação de professores, implantação do Centro de Interpretação Ambiental, palestras, rodas de conversa com pescadores e autoridades, além de limpeza das áreas costeiras e submarinas. O projeto também visa à restauração e monitoramento de uma área de 1,5 km² na Área de Proteção Ambiental (APA) das Pinaúnas, em Mar Grande.

Uma das principais iniciativas foi a implantação de mais de 1.300 novas colônias do coral nativo ‘Coral de Fogo’ (Millepora alcicornis). Segundo Lucas Lolis, a taxa de mortalidade dos fragmentos instalados é baixa, com cerca de 70% de crescimento dos corais. “Os resultados são bastante positivos e contribuem para a redução dos danos provocados pelo aquecimento global, especialmente para os corais e o ecossistema recifal,” concluiu Lolis.

Informações de Líliam Cunha e Andressa Amorim.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia