“As acusações são infundadas e criminosas”, diz prefeito de Dom Macedo Costa após ser acusado de assédio sexual

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Na tarde desta segunda-feira (20), o prefeito de Dom Macedo Costa, Egnaldo Piton (PT) emitiu uma nota nas redes sociais da prefeitura, se defendendo das acusações de captura de imagens não autorizadas, na Praia do Porto da Barra, em Salvador.

Ele afirmou que tais acusações são “completamente infundadas e criminosas e estão sendo tratadas como difamação grave”, reforçando que medidas judiciais estão sendo tomadas.

Egnaldo também reforçou que estava no local “para desfrutar de um momento de descanso, sem qualquer intenção de invadir a privacidade ou perturbar a paz dos presentes”.

Entenda:

Egnaldo foi acusado de assédio sexual, pela assistente administrativo, Adriana Santos, de 39 anos,  por supostamente estar fotografando mulheres na praia, sem consentimento, no feriado de 1° de maio.

O ocorrido foi registrado como assédio, na Casa da Mulher Brasileira, na Avenida Tancredo Neves, que transferiu o caso para a 14ª Delegacia Territorial (DT/Barra), por não se tratar de violência doméstica.

Veja nota na íntegra:



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia