“Precipitação enorme”, diz Leo Prates sobre desobrigar uso de máscaras

Foto: SMS

 

Após algumas cidades do Brasil começarem a flexibilizar a obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção facial contra a Covid-19, o secretário de Saúde de Salvador, Leo Prates, afirmou que considera “uma precipitação enorme” abolir o uso do item nesta fase da pandemia.

“Eu acho que essa discussão é totalmente inoportuna. O nosso problema não está no uso de máscara, está na retomada econômica, na retomada do turismo, com toda segurança, na retomada do setor de eventos que é tão importante para nós”, disse o secretário, durante a entrega da nova sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) Salvador, nesta quinta-feira. 7.

Para Leo Prates, as máscaras só deverão deixar de ser utilizadas quando não houver mais transmissão de Covid-19, ou quando todos estiverem seguros. O secretário relatou que não existe sequer uma discussão para que a medida seja revogada na capital baiana.

“Só se deve retirar a máscara com 100% de segurança, não é uma discussão importante nesse momento, considero isso uma precipitação enorme”, concluiu o secretário.

*Reportagem A Tarde