Grávida de 5 meses, médica é vítima de ‘sequestro-relâmpago’ em shopping de Salvador

Vítima trabalha em uma clínica dentro do centro de compras e foi abordada pelos bandidos quando deixava o local; pelo menos três homens fazem parte da quadrilha

Uma médica de 32 anos, grávida de cinco meses, foi vítima de um “sequestro-relâmpago” no estacionamento do Shopping Paralela, em Salvador, e teve pelo menos R$ 30 mil sacados ou desviados pelos suspeitos.

A mulher trabalha em uma clínica dentro do centro de compras e foi abordada pelos bandidos quando deixava o local na manhã da terça-feira (11), por volta das 10h.

De acordo com a mãe da vítima, que prefere não ser identificada, a médica estacionou o veículo em uma vaga reservada para gestantes. Ao abrir a porta traseira para guardar a bolsa no banco de trás, um carro parou ao lado com dois homens.

Um deles desceu, anunciou o assalto e empurrou a mulher para dentro do carro. O outro homem tomou a direção do automóvel da médica e os três seguiram no mesmo veículo.

A mulher relatou que, enquanto um dos homens dirigia, o outro permanecia com a médica no banco de trás com uma arma apontada em sua direção.

Em um trecho da Avenida Orlando Gomes, no bairro de Piatã, próximo ao shopping, os bandidos encontraram um terceiro homem que os aguardava parado em uma motocicleta. Ele entrou no carro, sentou no banco do carona e voltaram para o Shopping Paralela para pegar o carro usado na abordagem da vítima.

Sem conseguir movimentar a quantia, os suspeitos liberaram a mulher cerca de três horas depois em um trecho na Avenida Paralela, próximo a uma clínica veterinária. Os homens levaram o carro da médica, joias e o telefone celular.