Polícia investiga extorsão após posto de combustível ser ‘assaltado’ 3 vezes em Salvador

Delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito

Em uma entrevista concedida ao Blog do Valente nesta quarta-feira (6), a delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito, falou a respeito das ações criminosas em postos de combustíveis na capital baiana, onde estabelecimentos estão sendo alvo de criminosos que cobram uma espécie de ‘pedágio’ para evitar assaltos.

Um caso específico foi destacado, envolvendo um posto no bairro da Federação, que foi alvo de criminosos por três dias consecutivos. Informações locais sugerem que facções criminosas estão exigindo pagamentos de comerciantes locais em troca de segurança, mas acabaram se tornando vítimas de assaltos.

Ao ser questionada sobre a investigação desse caso, a delegada afirmou que há um inquérito em andamento, com o delegado responsável realizando prisões de indivíduos envolvidos na cobrança ilegal do suposto ‘pedágio’. Ela ressaltou que não se limita apenas à região da Federação, mas também ocorre em outras áreas da cidade, como Vasco da Gama e Heitor Dias.

Heloísa Brito destacou que é necessário aguardar o desfecho das investigações para determinar se essas cobranças estão realmente ligadas ao tráfico local ou se são apenas tentativas de extorsão por parte de criminosos. Ela enfatizou a importância da denúncia por parte dos comerciantes afetados, pois cada caso é investigado individualmente.

“Na realidade, só o final das investigações é que poderemos dizer de fato que a cobrança está sendo feita pelo tráfico local ou se as pessoas estão usando isso como desculpa para extorquir comerciantes. Infelizmente esse golpe existe e nós estamos verificando. As pessoas usam o nome de algum traficante local ou de alguma facção para tirar dinheiro de comerciantes e moradores.

 



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia