Ministério Público flagra crime ambiental entre Varzedo e São Miguel das Matas

O Ministério Público Ambiental de Santo Antônio de Jesus constatou nesta quarta feira (01), um indício de suspeita de crime ambiental gravíssimo no Rio Preto, localizado na divisa dos municípios de São Miguel das Matas e Varzedo.

crime ambiental

Segundo informações do Sub Tenente Rebouças, há indícios de que o Rio está sendo contaminado com Carrapaticida, veneno de uso veterinário usado na pulverização contra carrapatos.

As suspeitas dão conta que esse tipo de veneno esteja sendo utilizado para pesca de camarões, pitus e algumas espécies de peixes no Rio Preto, vez que esse produto em contato com a água retira o oxigênio da mesma. O promotor Dr. Julimar Barreto solicitou que a EMBASA fizesse a análise da água para a possível confirmação do crime ambiental, sendo que o MP Ambiental está trabalhando com suspeitas.

O Sub Tenente Rebouças explicou que tais práticas contrariam o disposto no Art. 35. I – Pescar  mediante  a  utilização de explosivos  ou  substâncias  que,  em  contato  com  a  água,  produzam  efeito  semelhante; II  -substâncias  tóxicas, ou  outro  meio  proibido  pela  autoridade  competente: Pena – reclusão de um ano a cinco anos.

Fonte: Criativa Online/Edição: Tribuna do Recôncavo