Com maior taxa de incidência da Bahia, Ipiaú pode sofrer lockdown, afirma Rui Costa

O governador Rui Costa afirmou nesta quinta-feira, 7, que a cidade de Ipiaú, a cerca de 351 km de Salvador, pode sofrer lockdown (bloqueio total) nos próximos dias por causa do rápido aumento de casos de coronavírus na cidade.

De acordo com ele, Ipiaú é, atualmente, um dos municípios do interior que mais preocupa o governo estadual em função da velocidade no crescimento de contaminados, assim como Ilhéus e Itabuna, no sul do estado. A capital baiana terá um bloqueio “setorizado” de bairros, com medidas restritivas diferentes para cada região, segundo o prefeito ACM Neto.

Com 121 casos confirmados, segundo o último boletim da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Ipiaú tem a maior taxa de incidência do estado. O coeficiente, que calcula a quantidade de contaminações atestadas por um milhão de habitantes, é de 1.983,74. Duas mortes pela doença foram confirmadas na cidade.

“Há um crescimento muito acelerado. É uma cidade que podemos tomar uma medida mais rígida de fechamento”, confirmou o governador, em entrevista a rádios do sudoeste baiano.

Em Ipiaú, o principal foco da doença foram profissionais que trabalham na área da saúde. Além disso, um abrigo de idosos concentra maior número de casos da pandemia. O Ministério Público da Bahia (MP-BA) instaurou procedimento para investigar a causa da contaminação na Fundação Casa Lar Dona Geraldina.

Lockdown na Bahia

Durante a entrevista, o governador voltou a admitir a possibilidade de fechamento total na Bahia, mas ponderou que não deve adotar a medida para todo o estado, e sim em cidades onde a pandemia é mais grave.

“A gente tem adotado a estratégia de não adotar medida estadual. Estamos fazendo medidas progressivas, de acordo com a realidade de cada região. Não faz sentido adotar medidas padrão se as situações são muito diferentes”, justificou.

*Atarde