Morre segundo indígena vítima de Covid-19 na Bahia

Um idoso indígena da etnia pataxó que estava com Covid-19 morreu na última terça (7), em um hospital público de Porto Seguro, no Sul da Bahia. Internado em estado grave, Valmir Nunes Alves, de 78 anos, era residente na terra indígena Coroa Vermelha, na cidade de Santa Cruz Cabrália. É o segundo indígena morto pela doença no estado.

A vítima chegou a ficar hospitalizada por duas semanas e foi intubada em Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas não resistiu, segundo informações da Prefeitura de Cabrália, da Associação Nacional de Ação Indigenista (Anaí) e do Movimento Unido dos Povos e Organizações Indígenas da Bahia (Mupoiba).

Até o momento, a morte da segunda vítima ainda não foi computada pela Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ligada ao Ministério da Saúde, que registra apenas um óbito na Bahia.

Em nota, a Secretaria de Assuntos Indígenas da Prefeitura de Cabrália lamentou a morte de Valmir Nunes.

Fonte: Metro1