Bahia registra 1.846 novos casos de covid-19 em 24 horas

A Bahia registrou 1.846 casos de covid-19 nas últimas 24 horas. A taxa de crescimento da doença no estado foi de +0,8%. As informações são do boletim epidemiológico divulgado às 17h deste domingo, 23, pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). O boletim deste domingo contabiliza ainda mais 73 mortes que ocorreram em diversas datas, mas só foram notificadas depois.

Ao todo, 4.247 pessoas se curaram da covid-19 em 24 horas, (+2,0%). Dos 236.050 casos confirmados desde o início da pandemia no Estado, 218.508 já são considerados curados e 12.637 encontram-se ativos.

A vigilância epidemiológica estadual considera um paciente recuperado após 14 dias do início dos sintomas da covid-19. Já os casos ativos são resultado do cálculo entre o número de casos totais, menos os óbitos, menos os recuperados.

Os casos confirmados neste domingo ocorreram em 413 municípios baianos, com maior proporção em Salvador (31,50%). Os municípios com os maiores coeficientes de incidência por 100.000 habitantes foram: Almadina (4.941,43), Dário Meira (4.547,15), Salinas da Margarida (4.257,36), Itapé (4.189,02) e Ibirataia (4.120,95).

Na Bahia, 18.898 profissionais da saúde foram infectados pela covid-19. Dos casos analisados desde o começo da pandemia, 437.657 foram descartados e outros 85.499 estão em investigação.

O número total de mortes por covid-19 na Bahia desde o início da pandemia é de 4.905, representando uma letalidade de 2,08%. Dentre os óbitos, 55,88% ocorreram em pessoas do sexo masculino e 44,12% nas de sexo feminino. Em relação ao quesito raça e cor, 51,68% corresponderam a parda, seguidos por branca, com 15,74%; preta com 15,29%; amarela com 0,84%; indígena, com 0,12%; e não há informação, em 16,33% dos óbitos.

O percentual de casos com comorbidade foi de 76,07%, com maior percentual de doenças cardíacas e crônicas (77,83%).

Ocupação de leitos

Sobre os leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para tratar doentes de coronavírus, o boletim traz que dos 2.823 leitos disponíveis pelo Sistema Único de Saúde (SUS) exclusivos para o novo coronavírus na Bahia, 1.474 estão com pacientes internados, o que representa taxa de ocupação de 52%. Dos 1.182 leitos de UTI (adulto) disponíveis no estado, 697 estão ocupados, uma taxa de 59%.

Em Salvador, ainda de acordo com o documento da Sesab, dos 1.420 leitos ativos, 747 estão ocupados, o que representa uma taxa de ocupação de 53%. Já os leitos de UTI adulto, que são os que contam para a flexibilização do comércio na cidade, estão com 54% de ocupação.

A taxa de ocupação de leitos de UTI pediátrica em Salvador está em 33%. Já os leitos de enfermaria na capital registram taxa de ocupação de 51% (adulto) e 70% (pediátrico).