Brasileira assintomática passou cinco meses infectada pelo coronavírus

Uma brasileira carregou por cinco meses o coronavírus, com capacidade de infectar outras pessoas. O mais surpreendente é que ela passou todo esse tempo sem apresentar sintomas. O caso, que é considerado o mais longo de infecção do vírus no mundo, está sendo acompanhado por cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Para os pesquisadores, o caso reforça que os assintomáticos são os pilares de sustentação da disseminação do Sars-CoV-2. Identificada apenas como Paciente Número 3, a mulher adoeceu em março e ficou três semanas com sintomas leves.

Depois, os sintomas foram embora, mas o coronavírus não. A paciente é uma profissional de saúde do Rio de Janeiro.

O estudo é comandado pelos cientistas Luciana Costa, Amilcar Tanuri e Teresinha Marta Castineiras, professores do Instituto de Microbiologia, do Instituto de Biologia e da Faculdade de Medicina da UFRJ.

*Correio