Governo isenta vacina contra Covid-19 de imposto de importação

A Câmara de Comércio Exterior (Camex) decidiu ontem (17) que a futura vacina contra a Covid-19 não terá de pagar o Imposto de Importação. A isenção da vacina foi anunciada em conjunto com outros 10 produtos utilizados no combate à pandemia.

Ainda não existe uma vacina comprovadamente eficaz, mas algumas estão em estágio avançado de desenvolvimento, como as apostas das farmacêuticas Astrazeneca, Moderna, e CoronaVac — testada no Instituto Butantan, em São Paulo.

Além da inclusão da vacina na lista de produtos isentos do imposto, o governo também prorrogou a isenção do Imposto de Importação para outros produtos. A redução das tarifas estava prevista para acabar no dia 30 de setembro e foi postergada até 30 de outubro.

*M1