Espera para vaga em UTI na Bahia pode chegar a 72 horas, diz Rui Costa

Pacientes que precisam de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na Bahia podem levar até 72 horas na fila antes de conseguir uma vaga. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (17) pelo governador Rui Costa (PT). De acordo com ele, a demora na regulação é sinal de que a saúde do estado já está colapsada.

“É um colapso. Todas as vezes que você tem um número de pacientes grande na fila, esperando. Na medida que você não consegue regular um paciente que precise de UTI em menos de 24 horas, isso já é um sinal de colapso do sistema. A gente leva 42h, 72h para quem está precisando, o sistema está em colapso”, afirmou.

Até a noite de terça (16), 23 dos 26 estados e o Distrito Federal estavam com ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na rede pública acima de 80%, se aproximando do colapso, ou já colapsadas, com ocupação acima de 90% ou chegando a 100%.

Além da Bahia, que está com 86% de ocupação, também integram a lista Rondônia (100%), Rio Grande do Sul (99,7%), Goiás (97,7%), Mato Grosso (96,6%), Santa Catarina (96,1%), Paraná (96%), Pernambuco (96%), Acre (94,3%), Tocantins (93%), Amapá (90,3%), Espírito Santo (89,2%), São Paulo (89%), Distrito Federal (87,2%), Mato Grosso do Sul (87%), Maranhão (87%), Paraíba (85%), Minas Gerais (84,9%), Sergipe (84,1%) e Pará (81,2%).

*Bahia.Ba