Governo do Maranhão confirma primeiro caso de Covid-19 provocado por variante indiana

Governo do Maranhão confirma primeiro caso de Covid-19 provocado por variante indiana

Profissional de saúde coleta esfregaço nasal para teste PCR de Covid-19 para em hospital nos arredores de Siliguri, em maio de 2021 Foto: DIPTENDU DUTTA / AFP

Confirmado pelo governo do Maranhão o primeiro caso de Covid-19 provocado pela variante do coronavírus detectada pela primeira na Índia. Segundo o Globo, ela foi identificada em um paciente indiano que deu entrada em um hospital da rede privada em São Luís na semana passada.

O governo do Maranhão informou no domingo que foi notificado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a hospitalização do paciente, um homem de 54 anos, tripulante do navio Mv Shangon Da Zhi, ancorado no estado.

Um teste já havia confirmado o diagnóstico, mas ainda não havia sido identificada qual cepa do coronavírus causou a doença. Uma amostra do vírus foi enviada ao Instituto Evandro Chagas para realizar o sequenciamento genômico.
Será realizada uma coletiva de imprensa com Carlos Lula, secretário de Saúde do Maranhão, nesta quinta-feira, para tratar do assunto.

A variante indiana B.1.617 foi classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma “preocupação global”.

— Existe alguma informação disponível que indica uma transmissibilidade acentuada [da variante indiana] — disse Maria Van Kerkhove, autoridade técnica da OMS em Covid-19, em uma entrevista coletiva na semana passada.

Avaliação clínica dos tripulantes

O paciente de 54 anos que começou a ter sintomas no dia 4 de maio, apresentando febre.

“Procedimentos médicos foram realizados previamente à sua remoção para o hospital, no dia 13 de maio, mas os sintomas persistiram. A remoção do paciente foi realizada por meio de helicóptero por determinação médica”, informou comunicado divulgado por Calos Lula no domingo.

A Secretaria de Saúde do Maranhão informou que, no domingo, uma equipe técnica inspecionou o navio para avaliação clínica dos tripulantes, coleta de amostras para diagnóstico da Covid-19 e investigação epidemiológica dos casos suspeitos.

“Toda tripulação foi colocada em quarentena e isolada em cabines individuais na embarcação. O navio permanece em alto mar, na área de fundeio, e não chegou a atracar no porto, em São Luís”, informou, em nota.

Durante a inspeção, 23 amostras do tipo PCR foram coletadas, 21 de pessoas assintomáticas e duas sintomáticas. As amostras foram encaminhadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN/MA) e para o Instituto Evandro Chagas, em Belém, para sequenciamento genômico.

Segundo o governo do Maranhão, depois disso 13 tripulantes do navio apresentaram teste positivo para a Covid-19.

A Secretaria de Saúde do estado também informou que os 24 passageiros embarcaram no navio Mv Shangon Da Zhi na África do Sul, na Cidade de Cabo.

*OGlobo