Pesquisadores brasileiros desenvolvem spray nasal contra a Covid-19

Pesquisadores brasileiros desenvolvem spray nasal contra a Covid-19
                                            Foto: Reprodução/Pixapay

Um spray nasal está sendo desenvolvido contra a Covid-19 no Brasil. Essa vacina é um projeto desenvolvido em conjunto pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), da Universidade de São Paulo (USP) e do Instituto do Coração (Incor). Há também a participação de pesquisadores do Instituto Butantan.

Segundo o Extra, por ser um spray nasal, a ideia é que a vacina já produza anticorpos por uma das vias de entrada do vírus: as mucosas do nariz. Outro aspecto incomum do fármaco, em comparação aos outros usados no Brasil, é sua plataforma de desenvolvimento. A tecnologia usada consiste em utilizar pedaços da proteína S, de Spike, de diferentes cepas, as variantes, do coronavírus. Desse modo, a vacina teria potência contra diversas mutações.

A vacina está em fase inicial de testes, em camundongos, mas já apresentou indicadores positivos.

“Temos resultados preliminares que mostram que a vacina consegue induzir resposta de anticorpos neutralizantes e também de células T”, diz Daniela Santoro Rosa, professora de imunologia e chefe do laboratório de vacinas experimentais da Unifesp.

Segundo a pesquisadora, esse spray serviria como reforço para as pessoas que já estão vacinadas.

Espera-se que o pedido de autorização de ensaios clínicos, como são chamados os estudos com voluntários, à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) ocorra entre o fim de 2021 e começo de 2022. Neste primeiro momento, em um grupo reduzido, será avaliada a dosagem do imunizante e sua segurança em humanos.

*Informações Extra