Justiça determina que quem furou fila da vacinação no AM não tomará 2ª dose

A Justiça Federal do Amazonas, decidiu no sábado (23), em caráter liminar, que quem furou a fila e recebeu a primeira dose da vacina contra a Covid-19 não terá direito a tomar a segunda dose e pode ser preso em flagrante. A decisão foi da juíza Jaiza Maria Pinto Fraxe, da 1.ª Vara de Justiça.

Segundo a decisão da magistrada, “em razão da falta de explicação para os casos de pessoas que tomaram indevidamente a vacina, ficam todos proibidos de tomar a segunda dose, podendo ficar sujeitos à prisão em flagrante delito em caso de insistirem no ilícito”.

De acordo com o portal Terra, a ação veio em resposta a um pedido do Ministério Público Estadual e da Defensoria Pública. “Nosso próximo passo é buscar a transparência das listas, mais restrições em lockdown no Estado e pagamento de um auxílio para os que ficarem sem renda neste período”, destacou o Defensor Geral Rafael Barbosa.

Também no sábado, a Justiça mandou a prefeitura de Manaus divulgar diariamente a lista de vacinados contra a Covid-19.

*Bahia.Ba