SAJ: Sangue de suspeito é coletado e será usado como prova em investigação de assassinato de empresário na Feira Livre

Foto: Blog do Valente

O delegado titular de Santo Antônio de Jesus, Adilson Bezerra, falou ao Blog do Valente nesta quinta-feira (11) sobre a morte do empresário Kleyson Pinheiro (Keu do Hortifruti Pinheiro), morto a tiros na última sexta-feira (05) na Feira Livre de Santo Antônio de Jesus. Segundo o delegado, uma das linhas de investigação para chegar aos criminosos trabalha com resultados de um exame de sangue que foi feito a partir do sangue coletado em um local onde os homens teriam deixado um carro.

“O que eu posso garantir é que já temos algumas linhas de investigação e que o autor pode ser preso qualquer momento. Algumas questões técnicas investigativas foram feitas, como, por exemplo, a coleta de sangue de um dos acusados devido uma troca de tiros entre a vítima e um dos acusados. Esta coleta de sangue já foi periciada. O acusado estava entrando para pegar o veículo e neste local ficou alguns pingos de sangue e este sangue foi recolhido”, informou. 

O delegado afirmou que as investigações ainda não concluíram se a morte de Keu se trata de um caso de latrocínio ou homicídio.

“Pelas imagens não dá para dizer se foi latrocínio ou homicídio. Ambas as situações seriam em tese possível. Se analisarmos as filmagens dá para perceber que ele foi avisado da aproximação de seus algozes. Tão logo percebeu a aproximação ele se levantou foi atrás do box e sacou a sua arma. A imagem por si só não dá para se delimitar, e sim o conjunto probatório da investigação. Ai sim chegaremos a uma conclusão”

Dr. Adilson Bezerra – Foto: Blog do Valente

O delegado ainda informou que o empresário teria atirado nos homens em legitima defesa, reforçando que o primeiro tiro partiu dos bandidos. “Está confirmado que o primeiro disparo foi efetuado pelo criminoso e a vítima teria agido em legítima defesa”, esclareceu.