Deputado Soldado Prisco diz que PM morto na Barra não deu primeiro tiro

Foto: Reprodução/vídeo

Em vídeo compartilhado em redes sociais ao deputado estadual Soldado Prisco (PSC) aparece afirmando que o policial militar Wesley Soares não teria atirado contra ninguém e que o mesmo foi tratado pelo colegas de farda como marginal, as falas são em protesto após a morte do soldado Wesley Soares, na noite de domingo (28). O soldado Soares foi morto por PM’s  na Barra em Salvador um surto psicótico.

“O soldado Wesley procurou um lugar para ser ouvido. Para fazer a sua manifestação. O que o soldado Wesley causou para morrer como ele morreu? Nada. Não agrediu ninguém, não machucou ninguém, não atirou em ninguém. Ele veio fardado, tinha orgulho de ser um policial militar. O que foi que ele ganhou com isso? Foi tratado como marginal. Executado em pleno Farol da Barra para todo mundo ver. Ao vivo”, diz o deputado no vídeo.

Veja abaixo o momento em que o PM é baleado.