‘Já perdemos tempo e gente demais’, diz Mandetta sobre possível saída de Pazuello do governo

Após os rumores sobre a possível saída de Eduardo Pazuello do comando do Ministério da Saúde nos próximos dias, o ex-titular da pasta, Luiz Henrique Mandetta, comentou nas redes sociais nesta segunda-feira (15) sobre a possibilidade de exoneração do general e afirmou que o ministério deve ser “pela vida, pelo SUS e pela ciência”. Para Mandetta, o Brasil já perdeu tempo e gente demais e, nesse momento, a vida tem pressa.

“Que o Ministério da Saúde seja pela Vida, pelo SUS e pela Ciência. Já perdemos tempo e gente demais. A vida tem pressa”, escreveu Mandetta no Twitter

 

O nome que foi ventilado nos últimos dias para assumir o lugar de Pazuello é o da cardiologista Ludhmila Hajjar. No entanto, segundo a coluna de Lauro Jardim, do jornal O Globo, a médica comunicará oficialmente ao governo federal que não aceitará o convite para ser sucessora do general na pasta.
*Bahia.Ba