Valença: Idoso passa mal e família suspeita de envenenamento após ida a agência bancária; cartão foi furtado

Santino Rodrigues está internado em estado grave após ingerir suco com veneno na cidade de Valença — Foto: Arquivo pessoal

Um idoso de 64 anos passou mal na última terça-feira (9), após tomar um suco do lado de fora de uma agência bancária da cidade de Valença, no baixo sul baiano. A família suspeita que Santino Rodrigues foi envenenado, pois além de passar mal, o cartão do banco, o extrato bancário e a senha da conta foram furtados do idoso.

Nesta sexta-feira (12), Santino segue internado em um hospital de Santo Antônio de Jesus, a cerca de 79 km de Valença, em estado grave. A suspeita é que ele tenha sido envenenado com uma substância para matar rato, conhecida popularmente como “chumbinho”. A Polícia Civil investiga o caso. Ninguém ainda foi preso.

Na terça-feira, Santino Rodrigues que mora em Serra Grande, zona rural de Valença, foi até uma agência no centro da cidade após perceber que não havia recebido o dinheiro da aposentadoria.

A família descarta a possibilidade de que o idoso tenha tomado o veneno por conta própria, já que estava misturado em um suco e a filha de Santino, Vilma Rodrigues, foi informada que ele estava acompanhado de uma mulher desconhecida, que teria oferecido o suco a ele logo após sair da agência.

“Ele já sabia que não tinha dinheiro na conta e foi até o banco para saber o motivo de não ter recebido a aposentadoria. Me disseram que ele foi levado por uma mulher e, depois de sair do banco, sentou em uma praça e essa mulher deu a ele um copo de suco com chumbinho. Não faço ideia de quem seja essa pessoa”, disse Vilma.

Familiares disseram que, embora algum filho acompanhe o idoso algumas vezes, ele não é impedido de sair sozinho e sempre realizou transações bancárias sem nenhuma restrição.

De acordo com ela, os dedos do idoso estavam com manchas azuis e não sabe se tem alguma relação com o produto ingerido. Vilma contou também que, enquanto ainda estava semiacordado, Santino teria dito algumas características da mulher às pessoas que o socorreram e levaram a um hospital em Santo Antonio de Jesus, onde continua internado.

“Ninguém viu ou sabe quem é essa mulher. A única coisa que sei é que quando ele ainda estava desperto, já passando mal, teria dito que era uma mulher de cor morena. Estamos todos achando estranho porque ele é uma pessoa conhecida e super simpática e nenhum conhecido tem informações”.

A família disse que a polícia irá utilizar câmeras de segurança de segurança dos estabelecimentos para identificar a mulher.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Territorial de Valença, que já ouviu algumas testemunhas e realiza diligências para encontrar a suspeita.

*G1