Prefeitura de Varzedo propõe reajuste na taxa de iluminação pública; PL vai para votação na Câmara

Prefeitura de Varzedo propõe reajuste na taxa de iluminação pública

O prefeito da cidade de Varzedo, Ariecilio Bahia (PSC) , prevê cobrar taxa de luz de forma progressiva no município. O Projeto de Lei foi enviado, em caráter de urgência, para a Câmara de Vereadores.

Instituída no município Contribuição para Custeio do Serviço de Iluminação Pública tem como objetivo custear o serviço de iluminação pública. A cobrança é realizada mensalmente na fatura de energia elétrica.

Conforme a proposta submetida à Câmara a estimativa é de que haveria um reajuste de 15% a 20% para os contribuintes residenciais levando em conta o consumo e de 20% para não residenciais.

Com as alterações, a ideia da Prefeitura prevê que a cobrança das taxas de consumo seja feita de forma progressiva. Ou seja, elas dependeriam da faixa de consumo de cada local.

Assim, as taxas compreenderiam valores que vão de R$ 3 a R$ 150 nas residências e de R$ 5 a R$ 518,00 em imóveis não residenciais.

Nos imóveis situados na zona rural, o reajuste pode chegar a R$ 120,00.

Em entrevista ao Programa Levante a Voz na Manhã desta quinta-feira (21), vereadores da bancada e oposição expuseram o assunto e se posicionaram em relação ao aumento. Segundo o vereador Luizinho (PSD), o reajuste é inadmissível, levando em conta a crise econômica no país.

“A população não está em condição de comprar o pão, não terá condição também de pagar a conta de luz. Esse é um momento de cautela e sensibilidade. Já estamos pagando energia cara, com bandeira vermelha. É esse presente de Natal que o prefeito dará a população”, disse.

O projeto será votado nessa quinta-feira (21) na Câmara de Vereadores.