Rotary Club de Santo Antônio de Jesus doa 5 leitos de UTI Neonatal para Santa Casa de Misericórdia e instalação depende de estrutura

Nos últimos três anos, o Rotary Clube de Santo Antônio de Jesus realizou uma campanha para captação em busca de recursos para a implantação de cinco leitos de UTI Neonatal na Santa Casa e Maternidade Luís Argolo.

Em entrevista ao Blog do Valente, Junior Santiago, presidente do Rotary SAJ informou que o evento para a captação de recurso se iniciou em 2018, no aniversário de 50 anos do Rotary, momento marcado pelo show de The Fevers, realizado pelo Rotary com o intuito de arrecadar valor.

Segundo o gestor rotariano, cerca de R$ 450 mil reais foram arrecadados, valor que ainda segundo ele, são suficientes para a compra dos equipamentos para a implantação da UTI Neonatal.

“O projeto finalizou com o deposito do Rotary Internacional no valor de R$ 450 mil, um valor suficiente para comprar os equipamentos. Agora com o recurso arrecadado, a implantação do equipamento depende da estrutura da Santa Casa.
Na última reunião com a Santa Casa, foi dito que a estrutura deveria ser modificada, que não bastava apenas um ambiente para guardar os leitos”, salientou Júnior.

Desde o início do projeto, foi acordado entre ambas as partes que o Rotary iria arrecadar o valor para a aquisição dos leitos de UTI, enquanto a Santa Casa buscava montar a estrutura para o equipamentos.

Ao Blog do Valente, a superintendente da Santa Casa de Misericórdia, Ludimila Reis disse que o projeto promovido pelo Rotary dará um aporte a Unidade Hospitalar que será deverá ser beneficiada com 5 leitos de UTI Neonatal.

Ludmila Reis disse ainda que para a adequação do equipamento na Santa Casa, que atende a cerca de 23 municípios da região, viabilizará recursos junto a Câmara dos Deputados para a construção da estrutura.

“Precisamos hoje fazer a estrutura física. Nosso projeto já está pronto com um orçamento de R$ 2,3 milhões. Essa estrutura deve comportar 10 Leitos UTI Neonatal, 10 leitos de semi-intensivos de UTI Neonatal,além bancos de leite, casa de acolhimento e fluxo interno […] Já demos alguns passos e temos a promessa junto a alguns políticos de recursos financeiros para que a construção dessa estrutura seja construída”, completa.