SAJ: Delegado não descarta ligação entre as mortes no fim de semana

 Delegado não descarta ligação entre as mortes no fim de semana

Após um fim de semana marcado por duas mortes, o delgado Dr. Felipe Ghiraldelli concedeu entrevista ao Programa do Valente nesta segunda-feira e disse ser cedo afirmar o que motivou os homicídios.

Na sexta-feira (03), um jovem de 23 anos, identificado como Mateus Souza Sampaio foi morto a tiros no bairro da Urbis I. De acordo com Ghiraldelli, o jovem já tinha passagem pela polícia por porte ilegal de arma, no entanto, o menor, também morto a tiros no Loteamento Sales não possuía registro de envolvimento com a criminalidade.

Ghiraldelli ressaltou ainda que a Polícia Civil ainda está investigando se há alguma ligação ou relação entre as mortes, porém não destacar o envolvimento com o tráfico de drogas.

“Já foram realizadas diligências com o objetivo de descobrir os autores e motivação. Ele era um menor de idade, aqui no nosso sistema não apareceu nenhuma passagem. Ainda é cedo dizer que as mortes tinham relação com o tráfico de drogas, mas não podemos descartar a possibilidade”, explicou em entrevista ao repórter Antônio Carlos.

Em relação aos dois homens que morreram em confronto com a Polícia Militar, o delegado disse que há uma possibilidade dos suspeitos estejam ligados com pelo menos uma das mortes.

“Estamos investigando se existe alguma relevância ou ponto de conexão entre os homicídios e a morte em decorrência da ação policial”, disse.

Santo Antônio de Jesus já registra 34 mortes violentas, praticamente metade do numero homicídios registrados no ano de 2020.

“Estamos trabalhando para elucidar o maior número de homicídios e fazer a prisão dos autores e assim diminuir o índice de violência na cidade”, garante.