Rússia toma controle da maior usina nuclear da Europa nesta sexta

nuclear

A Rússia tomou nesta sexta-feira (4) o controle da usina nuclear de Zaporizhia, a maior da Europa. Neste nono dia da invasão russa, a Ucrânia reconheceu a tomada da região pelas tropas de Vladimir Putin. Apesar do risco de explosão, ucranianos e americanos não detectaram vazamento radioativo.

“O território da central nuclear de Zaporizhia está ocupado pelas Forças Armadas da Federação Russa”, afirmou a agência estatal ucraniana.

“Não foram registradas mudanças no nível de radiação. Funcionários operacionais controlam os blocos de energia e garantem seu funcionamento de acordo com as exigências das regulamentações técnicas e de segurança”, completa o texto.

Zaporizhia fica 150 quilômetros ao norte da península da Crimeia. De acordo com o governo de Kiev, mísseis russos atingiram um edifício e um laboratório do complexo.

As chamas foram controladas antes que houvesse uma explosão. Segundo o governo ucraniano disse nas redes sociais, não houve vítimas nesse ataque.

Logo após o ataque, o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, acusou a Rússia de recorrer ao “terror nuclear” e de querer “repetir” a catástrofe de Chernobyl, que ocorreu em 1986.
Zelensky chegou alertar: “Uma explosão será o fim de tudo.”
Mais tarde, durante a madrugada, o diretor da administração militar da região de Zaporizhia, Oleksander Starukh, afirmou que “a segurança nuclear está garantida agora”.
*Estado de Minas