No ‘Mais Você’, Karol Conká afirma que se arrepende de participar do ‘BBB21’

Quarta eliminada do ‘Big Brother Brasil 21’, Karol Conká afirmou para Ana Maria Braga, no ‘Mais Você’, que se arrepende de ter entrado no reality show. Integrante do “Gabinete do Ódio”, grupo formado por ela, Nego Di, Projota, Pocah e Lumena, a rapper concordou que foi a vilã do programa e diz precisar de terapia.

“Sabia que estava errada e fui invadida por uma amargura. Eu me perdi no jogo, me entreguei a esse lado azedo. Sou a nova Carminha, Nazaré, mas a vilã que vocês viram não é real do lado de fora. Levei a minha perturbação para a casa, joguei sobre todos os outros e fiz com que ficassem tristes. Eu surtei dentro da casa, me despertaram demônios, reconheço o meu erro e vou tentar melhorar”, disse a ex-sister.

Sobre as situações envolvendo Carla, Bill e Lucas, ela pontuou: “Fiquei louca, realmente acreditei que a Carla estava dando em cima do Bill e, infelizmente, acabei explodindo. Coisa de gente controladora. Eu me interessei pelo interesse do Bill por mim, fui uma boba, estava carente. Peço perdão a eles por situações deprimentes, sinto muito por tudo isso”.

“Perdi a paciência com o Lucas e agi de forma bruta, mas eu jamais o agrediria fisicamente. Foi agressivo e petulante da minha parte. Eu me considero uma pessoa segura, mas dentro da casa fiquei insegura, sem ter o controle sobre as situações, e problemas pessoais foram evidenciados. São traumas, gatilhos despertados por reações de outras pessoas. O Lucas me lembrava de momentos com o meu pai. Eu não aprendi a resolver as coisas com carinho. São coisas minhas , fragilidades, que me deixaram vulnerável. Agora vou me tratar”, finalizou.