Após polêmica, Vasco cogita pedir anulação de jogo contra Internacional

Adversário direto do Bahia na luta contra o rebaixamento à Série B, o Vasco, derrotado na tarde deste domingo, 14, pelo Internacional por 2 a 0, estuda solicitar um pedido de anulação da partida junto a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

O desejo foi externado pelo vice-presidente de futebol da equipe carioca, Carlos Roberto Osório, após o fim da partida, que contou com um gol polêmico do volante colorado, Rodrigo Dourado, aos 9 minutos da primeira etapa.

Em posição duvidosa, o jogador do clube gaúcho marcou de cabeça, abrindo o placar em São Januário. No entanto, ao solicitar as imagens do árbitro de vídeo – VAR, juiz de campo, Flávio Rodrigues informou que, por conta de um problemas na calibragem das linhas, o suporte não pôde funcionar.

“É um escândalo o que aconteceu aqui. Vamos pedir à CBF e ao STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) a anulação do jogo. Nosso jurídico já está trabalhando, vai acionar a CBF hoje. Passará à noite trabalhando nisso para que na segunda possamos entrar com uma ação no STJD para anular o jogo. Não tenho dúvida de que o lance estava impedido. Temos muitas imagens que mostram isso. Não é possível que em pleno 2021, tenhamos um jogo tão importante, para o título e para o rebaixamento, com um problema na tecnologia”, declarou o dirigente vascaíno.

De acordo com o regulamento da confederação, em caso de problemas no VAR, a responsabilidade de lances duvidosos é inteiramente dos árbitros de campo (juiz central e assistentes). Além do primeiro gol na partida, o duelo também ficou marcado por outro lance polemico, um pênalti, marcado para o Vasco, aos 35 da etapa complementar.

Desta vez o com o auxílio do VAR, Flávio Rodrigues confirmou sua decisão de assinalou a penalidade, desperdiçada por Cano. Por fim, o atacante Thiago Galhardo deu números finais a partida. Com o resultado, o Internacional segue na liderança, com 69 pontos, já o Vasco é o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, com 37.

*ATarde