Jogadores estrangeiros que atuam na Rússia ou na Ucrânia poderão suspender contratos

Jogadores estrangeiros que atuam na Rússia ou na Ucrânia poderão suspender contratos
Foto: Reprodução / Twitter

Jogadores estrangeiros que atuam na Rússia ou na Ucrânia terão o direito de suspender seus contratos e jogar por outros times até junho deste ano. A permissão será dada pela Fifa, de acordo com o diretor da associação de jogadores russa, Aleksandr Zotov.

Atualmente, 129 estrangeiros atuam no Campeonato Russo e 95 na primeira divisão do futebol ucraniano. A quebra de contratos não será permitida. O motivo para a medida é a guerra causada pela invasão russa ao país vizinho. Entre brasileiros, 30 jogam na Ucrânia e 13 na Rússia.

Enquanto dura o conflito, o Campeonato Ucraniano segue paralisado. Brasileiros que atuam no país conseguiram voltar para o Brasil na última semana.

A Rússia vem sofrendo sanções no mundo esportivo após a decisão do presidente Vladimir Putin de invadir a Ucrânia. A seleção local, por exemplo, foi proibida de disputar a Copa do Mundo de 2022, que será disputada no Catar. A Uefa também suspendeu os clubes russos da Liga dos Campeões e da Liga Europa.

Diante da decisão, a Federação Russa de Futebol (RFS) informou que recorrerá na Corte Arbitral do Esporte (CAS). Eles alegam que não tiveram direito a defesa e que as entidades sequer cogitaram outras alternativas.

Fonte: Bahia Notícias