De virada, Flamengo aplica maior goleada da história contra o Vasco

Vasco abriu o placar aos 8 minutos do primeiro tempo

Foto: Gilvan de Souza / CRF

O Flamengo conquistou a maior goleada da história do Clássico dos Milhões pelo lado rubro-negro, com um impressionante 6×1 sobre o Vasco, neste domingo, no Maracanã.

Apesar de o Vasco ter aberto o placar no início do jogo com um belo voleio de Vegetti, o Flamengo reagiu ainda no primeiro tempo e ampliou a vantagem na segunda etapa. O Cruzmaltino enfrentou ainda a expulsão do zagueiro João Victor antes do intervalo, momento em que o Flamengo já liderava a partida.

O Vasco iniciou bem o jogo, abrindo o placar aos 8 minutos. Vegetti aproveitou uma bola rebatida na área, após uma disputa de cabeça vencida por Galdames, e acertou um belo voleio, sem chances para o goleiro Rossi.

Em desvantagem, o Flamengo se lançou ao ataque e dominou a posse de bola no primeiro tempo. Aos 27 minutos, em uma jogada que começou com uma bola alçada na área, Maicon errou um corte, desorganizando a defesa vascaína.

O zagueiro tentou corrigir, mas acabou cabeceando a bola nos pés de Everton Cebolinha, que chutou rasteiro para empatar a partida: 1×1.

O Flamengo manteve a pressão e, aos 33 minutos, em um escanteio curto, Everton Cebolinha entrou na área driblando e encontrou Pedro livre na pequena área. O camisa 9 empurrou a bola com o peito para virar a partida para o Flamengo.

Ainda antes do intervalo, David Luiz ampliou a vantagem. Em outra jogada de escanteio, Everton Cebolinha cruzou para o zagueiro, que finalizou de voleio com a perna esquerda, fazendo 3×1.

A situação do Vasco piorou nos acréscimos do primeiro tempo, quando João Victor foi expulso após um carrinho em De La Cruz. O árbitro inicialmente mostrou o cartão amarelo, mas após consultar o VAR, mudou a decisão para vermelho, pois a sola do pé de João Victor atingiu a perna de De La Cruz acima da linha do tornozelo.

No segundo tempo, o Flamengo manteve a pressão e aos 7 minutos, Pedro deu um passe por cima da defesa para Arrascaeta, que finalizou com uma cavadinha, fazendo o quarto gol do Rubro-Negro.

Este gol quebrou um jejum de três meses sem gols de Arrascaeta, sendo seu quarto gol em 2024 e o primeiro fora do Campeonato Carioca.

Aos 24 minutos, Bruno Henrique entrou no lugar de Everton Cebolinha, que se destacou com um gol e duas assistências.

Conhecido como ‘Rei dos Clássicos’, Bruno Henrique precisou de apenas quatro minutos em campo para marcar o quinto gol do Flamengo, em um chute de ‘chapada’ de direita após uma jogada individual de Arrascaeta.

No final do jogo, ainda houve tempo para o sexto gol rubro-negro, marcado por Gabigol. O camisa 99, que havia entrado aos 35 minutos da segunda etapa, finalizou após uma jogada de Wesley pela direita, apenas empurrando a bola para o gol dentro da pequena área.

Este foi o primeiro gol de Gabigol após a polêmica envolvendo a camisa do Corinthians, em seu segundo jogo desde o ocorrido.



Veja mais notícias no blogdovalente.com.br e siga o Blog no Google Notícia