Ronaldinho Gaúcho lamenta morte da mãe, vítima do coronavírus: ‘Momento difícil’

Foto: Reprodução/Instagram

O ex-jogador de futebol Ronaldinho Gaúcho lamentou a morte da mãe, Dona Miguelina, 71, vítima do novo coronavírus. Em publicação na terça-feira (23), o ex-atleta agradeceu as mensagens que recebeu de amigos e fãs e homenageou a mãe.

“Eu e minha família agradecemos a todos vocês o carinho e apoio que estamos recebendo neste momento tão difícil. Minha mãe foi inspiração de força e alegria para todos que a conheceram e vai continuar exercendo sua luz em nossas vidas para sempre. Com a garra que ela nos ensinou, vamos continuar nossa caminhada. Obrigado”, escreveu.

Dona Miguelina morreu no último dia 20 de fevereiro, após passar quase três meses internada em um hospital de Porto Alegre por complicações da Covid-19.