Coronavírus se espalha pelo ar e pode viajar quase dois metros, diz agência reguladora dos EUA

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, atualizou o site oficial da entidade com a informação de que a Covid-19 se espalha pelo ar como aerossóis, e não apenas na fala. Além disso, essas partículas podem permanecer suspensas e viajar por cerca de 1,83 metro (6 pés).

“Há evidências crescentes de que gotículas e partículas transportadas pelo ar podem permanecer suspensas no ar e ser inspiradas por outras pessoas, e viajar distâncias além de 6 pés (por exemplo, durante atividades de coral, em restaurantes ou em aulas de ginástica)”, diz a página atualmente, em inglês.

Antes da atualização, observada pela CNN inglesa na sexta-feira (18/9), a agência dizia que o vírus se espalhava principalmente por meio de gotículas respiratórias quando alguém doente tossia, espirrava ou falava. “Em geral, ambientes internos sem boa ventilação aumentam esse risco”, complementa o CDC.

Na página anterior, o órgão sugeria manter uma “boa distância social”, lavar as mãos, limpar e desinfetar superfícies e cobrir a boca e o nariz com uma máscara. Além disso, agora, está escrito, em tradução livre: “fique a pelo menos 2 metros de distância dos outros, sempre que possível”.

O CDC pede, ainda, que as pessoas fiquem em casa e se isolem ao sentir qualquer sintoma. A agência recomenda “usar purificadores de ar para ajudar a reduzir os germes transportados pelo ar em espaços internos”. “Os vírus transportados pelo ar, incluindo o COVID-19, estão entre os mais contagiosos e de fácil disseminação”, afirma o site.

Fonte: Aratu