Trabalhadores da saúde infectados pelo coronavírus têm direito a auxílio de até R$30 mil, sanciona Rui Costa

Os profissionais que atuam na área da saúde obtiveram um novo direto neste sábado (23/5): o governador Rui Costa (PT) sancionou uma lei estadual que garante auxílio financeiro aos profissionais que atuam no combate à Covid-19 e forem infectados pela doença. O benefício pode chegar a R$30 mil, a depender da remuneração mensal do trabalhador.

Agora, todo médico, enfermeiro, técnico ou outro profissionais da área da saúde que trabalhem para o Estado, caso sejam afastados de suas atividades após diagnóstico de Covid-19, receberão a diferença entre o valor integral da remuneração e o benefício previdenciário a que tenha direito em razão do afastamento.

O dinheiro será correspondente a 15 dias, para aqueles que não precisarem de internamento. Para os que necessitarem, a parcela será correspondente a desde o início do afastamento do profissional até cinco dias após a alta hospitalar. Caso o trabalhador venha a falecer pelo novo coronavírus, seus dependentes receberão 30 vezes o que ele recebia em vida mensalmente para atuar na linha de frente da doença.

“O decreto significa proteção para o profissional que eventualmente for contaminado no atendimento aos pacientes. Os beneficiários são exclusivamente profissionais que atuam em setores ou unidades da rede pública estadual de saúde voltados ao tratamento da Covid-19, incluindo os médicos residentes”, explicou Rui em uma rede social.

Fonte: Aratu