Coren-BA é contrário a realização do carnaval em 2022

Foto: Alfredo Filho/Secom

Mais uma entidade da área de saúde se manifestou contrária a realização do Carnaval. O Conselho Regional de Enfermagem da Bahia (Coren-BA) se mostra totalmente contra a realização da festa em 2022. O Coren-BA alerta para o alto risco de agravamento do cenário da pandemia de Covid-19 no estado, caso as autoridades governamentais autorizem a realização da folia momesca em Salvador e demais municípios baianos.

O Coren avalia que o estado da Bahia está com uma média acima de 3 mil casos ativos da doença e considerando que apenas 54.7 % da população baiana está com o 1º ciclo vacinal completo, realizar o Carnaval em Salvador e em outras cidades da Bahia seria uma atitude completamente equivocada.

Na nota, o conselho ressalta, ainda, que a Organização Mundial da Saúde (OMS) avalia que o mundo está entrando em uma quarta onda da pandemia da Covid-19, inclusive assolando diversos países europeus, como a Alemanha que vem atingindo recordes de casos de Covid.

O Carnaval na Bahia, principalmente em Salvador, é tradicionalmente uma festa de rua, que aglomera milhares de pessoas em ambientes sem controle de fluxo e sem distanciamento social, condição extremamente propícia para aumento da transmissão comunitária da Covid-19. O Coren-BA também alerta que a imunização reduz as hospitalizações, porém não interrompe a transmissão.

Fonte: Bahia.ba